Atendimento ao Cliente: +55.85.3182.8300 - 3182.8800 - 98676.8008 / contato@fertibabyceara.com.br

Problemas relacionados à saúde bucal podem afetar fertilidade

Problemas relacionados à saúde bucal podem afetar fertilidade
28 de fevereiro de 2019 Dr. Daniel Diógenes

Mulheres que estão tentando engravidar deverão agendar uma visita no dentista e provavelmente serão instruídas a escovar os dentes regularmente. Uma pesquisa feita na Universidade do Oeste da Austrália indica que falta de higiene bucal é tão ruim para a fertilidade feminina quanto a obesidade. A pesquisa demonstrou  que inflamações na gengiva podem ter uma influência significativa no tempo que uma mulher leva para ficar grávida.

Apesar de parecer que não há nenhuma ligação entre as duas questões, todas as mulheres que planejam formar uma família devem procurar seu odontologista e garantir que estão com a saúde dental em dia. Mulheres que sofrem de doença periodontal precisam tratá-la para poder engravidar com mais facilidade.

A doença periodontal é uma enfermidade crônica e infecciosa da gengiva e dos tecidos que dão sustentação aos dentes. É causada por bactérias, frequentemente, encontradas na boca que, se não forem combatidas, poderão gerar inflamação ao redor dos dentes e desencadear uma série de reações capazes de prejudicar o bom funcionamento do corpo inteiro. É necessário, também, que mulheres que bebem e fumam deem uma pausa durante o processo de tentar engravidar. Além disso, é preciso manter um peso saudável e avaliar se não existem outras doenças, como a endometriose, que afetam sua fertilidade.

A doença periodontal parece, também, provocar uma redução na qualidade e quantidade de espermatozoides. O processo inflamatório crônico provocado pela doença gera uma onda inflamatória e desencadeia uma série de alterações no bem-estar geral do organismo afetando a fertilidade de homens e mulheres. Além disso, durante uma gravidez, essas alterações podem levar a abortamentos e trabalhos de parto antes do tempo, podendo levar a prematuridade.

É preciso estar bem física e mentalmente para se ter uma boa saúde reprodutiva.

Fonte: Reproductive Biomedicine Online. Fevereiro de 2019.

Texto escrito pelo Dr. Daniel Diógenes. Médico especialista em Medicina Reprodutiva. Sócio-Diretor da Clínica Fertibaby Ceará.

 

 

 

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*