Atendimento ao Cliente: +55.85.3182.8300 - 3182.8800 - 98676.8008 / contato@fertibabyceara.com.br

Ômega 3 melhora resultados da Fertilização in Vitro?

Ômega 3 melhora resultados da Fertilização in Vitro?
1 de fevereiro de 2018 Dr. Daniel Diógenes

O consumo aumentado de ômega 3, seja pela ingestão de alimentos ricos no mesmo ou por suplementos alimentares, já está bastante dinfundido mundialmente e seus benefícios à saúde parecem ser claros e evidentes, como: melhora dos níveis de colesterol, menor risco de doenças cardiovasculares e menor risco do desenvolvimento de demências, entre outros.

Na medicina reprodutiva, o consumo de ômega 3, também, vem sendo motivo de pesquisas e cada vez mais dados têm indicado potenciais benefícios de uma maior concentração sanguínea do mesmo.

Dados de pesquisas recentes indicaram uma melhora nos resultados de ciclos de fertilização in vitro, em mulheres que apresentavam na ocasião do tratamento, maiores níveis de ômega 3 no sangue. Maiores concentrações estiveram ligadas a maiores taxas de gravidez e nascimentos. Há relatos de um aumento de 8% nessas taxas para cada aumento de 1% dos níveis sanguíneos do ômega 3.

As causas desses benefícios estariam ligadas a um papel de melhora da qualidade dos óvulos e portanto dos embriões. Isso aconteceria por uma série de incrementos em mediadores químicos, como as prostaglandinas,  responsáveis pelo bom desenvolvimento dos óvulos. Logicamente, essa ligação ainda não é totalmente compreendida e muitas dúvidas existem. Os dados atuais sugerem um efeito positivo na fertilidade em ciclos de reprodução assistida, o que se for realmente verdade, poderia ser extrapolado para a fertilidade do ponto de vista de uma gravidez natural.

Ainda faltam dados concretos, mas essa pode ser mais uma faceta benéfica do ômega 3, agora como um promotor da boa fertilidade.

Fonte: Massachusetts General Hospital Fertility Center and Harvard medical School, EUA. Human Reproduction, ESHRE (Sociedade Européia de Reprodução Humana e Embriologia), Janeiro de 2018.

Texto escrito por Daniel Diógenes, especialista em Medicina Reprodutiva e Diretor Técnico da Clínica Fertibaby Ceará.

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*