Atendimento ao Cliente: +55.85.3182.8300 - 3182.8800 - 98676.8008 / contato@fertibabyceara.com.br

Histeroscopia – A Endoscopia do Útero

Histeroscopia – A Endoscopia do Útero
10 de julho de 2018 Dra. Lilian Serio

A Histeroscopia (endoscopia do útero) é o exame que permite a melhor avaliação do endométrio em casos de infertilidade ou de alterações nesta região. O endométrio é a região em que se implanta o embrião. É lá que toda gravidez começa. Portanto, uma correta avaliação desta região se faz necessária.

A presença de miomas ou pólipos nesta região está relacionada a maiores probabilidades de infertilidade. Outras alterações, como as sinéquias uterinas (cicatrizes) que podem ocorrer após procedimentos como a curetagem ou após infecções desta região, também, podem interferir na fertilidade.

Alterações mais raras como a endometrite crônica (presença de bactérias por longos períodos) estão, também, ligados a maiores taxas de infertilidade.

Em geral, a realização da histeroscopia faz parte da rotina de um casal que está apresentando dificuldades em engravidar, porém, ainda não há um consenso absoluto que indique esse exame a todas as mulheres que apresentem algum grau de infertilidade e que não tenham alterações ao ultrassom transvaginal. Muito embora, essa avaliação possa ser vital.

A histeroscopia permite uma visualização direta da cavidade endometrial, com a entrada de um sistema de óptica e câmera pelo colo uterino, permitindo avaliação de toda a região sob visão direta. Pode ser realizada sob sedação ou não, por ser um exame desconfortável, apesar de simples, o uso da sedação facilita a realização do mesmo e a torna menos desgastante e desconfortável para a paciente.

É o exame mais importante quando se pensa em avaliar o endométrio (cavidade interna do útero) e deve ser, sempre, pensado em mulheres com dificuldades de engravidar ou quando existem alterações a nível de endométrio em um ultrassom pélvico transvaginal.

Fonte: Endocrinologia Ginecológica Clínica e Infertilidade. Speroff, 2014.

Texto escrito pela Dra. Lilian Serio. Especialista em Medicina Reprodutiva. Sócia-Diretora da Clínica Fertibaby Ceará.

 

 

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*